• 1
  • 2

Pela primeira vez, foi realizada em Tabapuã a Semana da Justiça Pela Paz em Casa, que teve como objetivo ampliar a efetividade da Lei Maria da Penha.

O evento foi organizado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, o Ministério Público e a Secretaria Municipal de Assistência Social, entre os dias 19 e 23 de agosto.

No dia 19 de agosto, foi realizada a abertura oficial do Projeto de Enfrentamento à Violência Doméstica Flor de Lis no Teatro Gigi, com uma palestra da juíza da nossa Comarca, Dra. Patrícia da Conceição Santos e a apresentação musical com o grupo SCFV “Tesourinho”.

A psicóloga e coordenadora da Alta Complexidade de São José do Rio Preto, Professora Janaína Simão, foi a palestrante do dia 20, com foco na capacitação dos profissionais da rede de atendimento, visando desenvolver estratégias efetivas de prevenção e combate à violência doméstica.

A oficina Cozinha e Literatura, ministrada por Rosimeire Krauniski no dia 21, resgatou por meio da gastronomia a história de importantes mulheres pensadoras, escritoras e intelectuais, como Virginia Woolf, Simone de Beauvoir e Gabrielle Colette.

A palestra do dia 22 de agosto tratou de relacionamento abusivo, com o tema “Não se acostume com o que te machuca”, ministrada pela psicóloga e professora Geovana Eleutério.

Cozinha e Literatura – A oficina regatará através da gastronomia a história de mulheres escritoras: Virginia Woolf, Simone de Beauvoir, Gabrielle Colette. Escritoras, intelectuais, filósofas, existencialistas, ativistas políticas, feministas e teórica social.

No mesmo dia também foi realizada a palestra sobre a Lei Maria da Penha, com a promotora de Justiça, Dra. Bruna Maria Buck Muniz e apresentação do Coral.

O último dia foi reservado para a Oficina de Beleza, que teve como objetivo fortalecer a autoestima da mulher no grupo “Agente de Mudanças”, desenvolvido semanalmente pelo SENAC no espaço físico do CRAS.